segunda-feira, 10 de abril de 2017

DONA CONCEIÇÃO E RESULTADO DA PERÍCIA

video

Se não conseguir ver por aqui, veja pelo youtube, copiando o link abaixo e colando no navegador

 https://www.youtube.com/watch?v=iNiOFhZZbrY&feature=youtu.be

quinta-feira, 30 de março de 2017

ConceiCine apresenta: Atualização Cadastral com Dona Conceição

  
                               
video
                 Se não conseguir assistir por aqui, assista no Youtube:

                    https://www.youtube.com/watch?v=GJ-I2pNzQhw

                                 (copie o link e cole no navegador)

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

UMA CONSULTA COM DONA CONCEIÇÃO

Dona Conceição, consultora previdenciária holístico-sincrética atende uma segurada que pede orientações a respeito das futuras novas regras previdenciárias.



video


https://www.youtube.com/watch?v=5m-xVFNufKM&t=2s


segunda-feira, 16 de maio de 2016

DONA CONCEIÇÃO E O BOLSA FAMÍLIA

video
                              Se não conseguir assistir por aqui, veja no link abaixo:

                 https://www.youtube.com/watch?v=lWu6jFgsSVU



sexta-feira, 13 de maio de 2016

INSSaNews ESPECIAL

 Dona Conceição do Social Agrário, em entrevista exclusiva, esclarece os motivos da ida do INSS para o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário. Acompanhe e fique por dentro!

INSSaNews: Dona Conceição, pelo seu novo sobrenome, percebemos que a senhora muito rapidamente se adaptou ao novo Ministério.

Dona Conceição: Isso é coisa do meu numerólogo, que não mexe com números, só com letras e não sei porque atende por esse nome. Mas a verdade é que, se mandaram a gente plantar batata, é melhor fazê-lo com estilo e resignação.

INSSaNews: Como a senhora percebe essa separação do INSS do Ministério do Trabalho?

Dona Conceição: Acho muito salutar. Eu estava mesmo cansada de atender trabalhador, essa gente chata, que trabalha mais de 30 anos, com o CNIS todo atrapalhado, cheio de vínculos extemporâneos, com aquela pilha de PPPs e aqueles médicos e professores com suas múltiplas atividades. Esse é um abacaxi que eu não descasco mais. Quero agora é trabalhar para quem não trabalha e se contenta com um benefício assistencial, uma bolsa família, um vale gás, um pedaço de terra, uma casinha de programa social, as coisas simples da vida.

INSSaNews: E os benefícios assistenciais, continuam firmes no INSS?

Dona Conceição: E cada vez mais firmes. Veja bem, nós não vamos mais trabalhar com o CNIS, porque ele é uma fonte de constrangimento para o requerente do LOAS. Quantas vezes, confrontado com as informações do sistema, ele corria o risco de não ganhar o benefício, só porque consta ali como sendo recebedor de aposentadoria ou pensão ou estar em atividade remunerada ou até mesmo morar em um endereço nobre. Aliás, em primeira mão, vou lhes informar que o CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais, que de social não tem nada,é tudo de gente que trabalha e nem tem tempo para a vida social) passará a se chamar CNIP (Cadastro Nacional de Informações Previdenciárias), coisa que nada mais tem a ver com nós, inssanos.

INSSaNews: Que outras novidades vem por aí?

Dona Conceição: Vamos ampliar o seguro-defeso para as áreas montanhosas, de modo a amparar pecuniariamente os criadores de truta em cativeiro, porque eles tem perdido muitos clientes por causa da inflação.

INSSaNews: É verdade que agora os servidores do INSS vão implantar o bolsa-família?

Dona Conceição: É verdade. E o programa, nas nossas amorosas mãos, vai ser tão ampliado que vai passar a se chamar baú-familia, porque não vai contemplar só as pessoas da família, mas também os cachorros, os gatos, os papagaios, as tartarugas, todos os participantes do núcleo familiar.


INSSaNews: E a questão da reforma agrária, que tarefas caberão aos servidores do INSS?

Dona Conceição: Vamos cuidar dos assentamentos dos sem-terra, sem-teto, sem-emprego, sem-pátria, sem-boquinha, de destituídos em geral. Por exemplo, vamos assentar os cubanos do Programa Mais Médicos em fazendas de fumo para produção de charutos.Também iremos implantar prisões agrícolas para os egressos da Lava Jato. Enfim, todos irão ter direito a um canteiro para chamar de seu.