quinta-feira, 20 de dezembro de 2012


INSSaNews
  Papai Noel visita APS
     Inesperadamente, nesta sexta-feira, Papai Noel, em traje atípico, semelhante a uma burca (veja foto abaixo), apresentou-se na APS de Conceição dos Remédios e distribuiu vários brindes e presentes para todos os que ali se encontravam.




      Toda a equipe de ‘consultores previdenciários’, também conhecidos como catadores de papel, em maior número na agência que a soma de servidores e segurados juntos, foi amplamente agraciada com passagens de ida para a Lapônia. Foram todos colocados no grande saco vermelho do bom velhinho, depositados no trenó e calorosamente recebidos pelas renas que abanaram os respectivos rabicós e soltaram delicados bolinhos em tom verde escuro em homenagem aos viajantes.
     Também foram contemplados com a viagem para o polo Norte diversos segurados que tiveram bom comportamento durante o ano, comparecendo diariamente à agência, calorosos e efusivos em sua relação com os servidores, alguns fugidos do Pinel outros, a caminho dele.
       
 

     Segurados altruístas, que se esmeram em  ensinar o  trabalho  ao  servidor mesmo à sua revelia, também ganharam  a oportunidade  de  refrescar as  ideias em paragens mais refrigeradas.

  Modestos e empáticos,  os servidores já se sentiam perfeitamente  presenteados por saberem seus assíduos clientes embarcados em tão prazerosa jornada. Mas mesmo assim não foram esquecidos pelo bom velhinho que lhes trouxe, desenvolvido a seu pedido, pela Dataprev, o mais recente evento tecnológico da Previdência – o CNISI – ou CNIS Inteligente. Esse prodigioso programa, além de anunciar o tempo de contribuição e carência do segurado, ainda faz um relatório de todos os possíveis benefícios que ele pode pedir no momento. Esclarece se ele está apto para uma aposentadoria integral, proporcional ou por idade, auxílio doença ou se o seu caso é para LOAS; demonstra se o cidadão está apto para instituir pensão por morte ou auxilio reclusão ou se a segurada pode requerer salário maternidade.
    Encantados com a explanação do Papai Noel, os servidores quiseram ver em prática tal fabuloso invento, porém, não se sabe porque, o sistema não funcionou.
     Envergonhado, Papai Noel afirmou que o presente não fora produzido na China, tampouco no Paraguai e que era autêntico produto da Datprev nacional, pelo que foi  compreensivelmente  perdoado.
   Despediu-se distribuindo bombons de camomila e levando sua encantadora carga humana rumo ao seu território gelado.

 

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

                        ESPECIAL  DE ANIVERSÁRIO

                
         A REVOLTA DE DONA CONCEIÇÃO



video