sexta-feira, 13 de abril de 2012

TÉCNICAS DE SOBREVIVÊNCIA EM APS – ORIENTAÇÃO E INFORMAÇÕES



A maioria dos segurados vai às agências da Previdência Social em busca de informações básicas, orientação sobre procedimentos e outros serviços igualmente simples e o servidor deve estar preparado para atendê-lo com presteza e eficiência.
Uma das dificuldades comuns a certos segurados é a orientação espacial e, embora eles possam ficar duas horas esperando o atendimento, nunca atentam para a numeração e localização das mesas ou, de tanto olhar para o monitor de chamada, acabam sendo hipnotizados pela alternância das telas de chamada das senhas, que terminam  sem saber mais onde se encontram. Então o servidor, após clicar cinco vezes a senha sem resposta alguma, resolve chamá-lo no grito: - Seu José. Aí a resposta surte efeito acima de esperado pois se levantam, ao mesmo tempo, cinco Seus Josés e uma senhora, provavelmente uma Dona Maria José que, meio envergonhada, logo volta a  se sentar. Diante deste impasse, o colega repete o nome acompanhado do número da senha e, bingo, só um Seu José permanece de pé, olhando meio incrédulo para o monitor, conferindo o número para estar bem certo de que fora o sorteado. Aí o servidor já está gesticulando, agitando bandeiras e gritando:  - É aqui! É aqui. Neste ponto, já convicto de que a senha chamada é mesmo a dele, começa lentamente a girar o corpo em busca da mesa anunciada. O servidor, já exausto, se abana. Os outros segurados gritam, assoviam, apitam, tudo para guiar o companheiro ao lugar exato. Finalmente, quando se dá o feliz encontro entre o servidor e o segurado, este reclama que estava meia hora esperando, esquecendo de descontar, para o sucesso da boa aritmética, os quinze minutos que ficou patetando até encontrar o seu objetivo.
Agora o servidor tem a esperança de concluir com rapidez o atendimento e pergunta o que o segurado deseja. Ele, então, coloca um papel sobre a mesa. O servidor, verificando tratar-se de um protocolo de aposentadoria, imagina que o segurado quer  saber o andamento do processo. Indagando a respeito, recebe como resposta outra folha de papel, desta vez, a carta de indeferimento do pedido em questão. Continuando o seu trabalho investigativo, o funcionário pergunta se o cidadão pretende entrar com um pedido de recurso contra o indeferimento do benefício. Mais outro papel é exibido. É a resposta da Junta de Recursos negando provimento. Em vista disso, já cansado de tantas tentativas de adivinhação, porém, persistente em sua tarefa de bem atender o seu cliente, pergunta se ele deseja entrar com recurso à CAJ, quando, é colocando diante de seu olhar aflito, um outro papel, e o segurado responde, tranquilamente, que só quer pegar os suas carteiras profissionais. Fim do mistério agora é só se mobilizar para a árdua tarefa de localizar os documentos do cidadão e um atendimento que deveria durar dez minutos levará, certamente, uns quarenta para ser concluído.
Entretanto, o senhor acima, metódico e organizado poderia ser substituído por outro que, em vez de mostrar a papelada uma a uma e disposta em ordem cronológica, coloca uma pasta velha sobre a mesa e diz que está tudo ali. Sem dúvida que está tudo ali, conclui o servidor, ao fazer um superficial inventário da velharia: tem conta de luz antiga, boletim escolar, nota fiscal das Casas Bahia, carnê do Baú da Felicidade, volante da mega-sena, bula de xarope com pegajosa amostra do produto, entre outras preciosidades, nenhuma com valor ou utilidade para o local e o momento. Informado disto, o segurado pesquisa no bolso um papel amassado, desdobrando com súbito cuidado para não rasgar,  e indaga ao servidor para que serve aquele trapo de papel e, ao tomar conhecimento de que se trata da sua carta de aposentadoria e que deve se dirigir ao banco a  fim de receber seu primeiro pagamento,  ao invés de se alegrar  com a boa notícia, de resto explicitada no documento recebido em casa, sai reclamando que ficou mais de uma hora esperando à toa e que agora vai ter que enfrentar um fila de banco, que não se tem respeito pelo cidadão, que ele já é muito velho, que o calo dói, que o cachorro tem pulga, que venta e faz frio e a culpa, que isso fique bem claro, é sua, colega de infortúnio.
É lógico que o serviço em questão não é feito apenas de casos tranqüilos como os exemplos acima citados, entretanto, deixemos de lado as ofensas, as ameaças e as agressões, pois, em função de excelência do atendimento, todos os mal-entendidos podem ser superados e até vistos de forma agradável, bastando para isso seguir a fórmula medicinal de Dona Conceição, que consiste em dissolver em uma xícara de chá de camomila, três comprimidos de haldol, quatro de rivotril e, para produzir o efeito caetano, dois comprimidos de prozac. Em poucos minutos, se sobreviver, o servidor estará achando que o segurado é lindo, que o CNIS é lindo, que o seu trabalho é lindo...

53 comentários:

  1. A mais pura verdade! O que dá mais raiva é quando vc diz: "a senhora está aposentada! pode ir ao banco tirar seu dinheiro!"... e vc ainda ainda escuta a reclamação: "esperei esse tempo todo pra vc me dizer SÓ isso!"..é triste!

    ResponderExcluir
  2. Queridos colegas INSSanos... Descubro agora que, às 23h15min. de uma sexta-feira, ainda não consegui me desvencilhar do trabalho... A explicação vem a galope: hoje é 13, sexta-feira 13, dia nacional de servidor de APS...!! Dona Conceição: acho que, na verdade, os sistemas da DATAPREV têm a função, em última análise, de estimular os Planos de Demissão Voluntária... Eu tenho um a cada semana...!! As agências do PEX já deveriam vir equipadas com uma taser pra cada atendente... Pouparia o nosso latim... Bom findi... ADORO O BLOG!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querido Anônimo!
      A DATAPREV também ama você. Foi pensando em agradar a todos os gostos que ela criou sua versão sadô-masô para tortura contínua de usuários. AMO MUITO A DATAPREV e queria parabenizar a todos os responsáveis pela equipe de desenvolvimento dos sistemas pela excelência! Capturando e tratando um bom dia...................................... :)

      Excluir
  3. Queria saber qual a solução da Dona Conceição para ocupar o tempo ócio quando o CNIS e o SABI estão fora do ar...
    I ♥ Dona Conceição

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CNIS, num-SABI e cata-PRISMA ficam fora do ar??
      Isso é uma calúnia! São todos sistemas de altíssima tecnologia, estáveis, confiáveis, celeres, adequados às normas e lindos. Capturando e tratando amor pelo CNIS... Capturando e tratando amor pelo CNIS... Capturando e tratando amor pelo CNIS... Capturando e tratando amor pelo CNIS... Capturando e tratando amor pelo CNIS... Capturando e tratando amor pelo CNIS...............................................
      EU AMO O CNIS!

      Excluir
    2. Todos nos servidores amamamos Dona Conceição! Todos nos...!
      "Capturando e tratando amor pelo CNIS"

      Excluir
  4. Se preparem para quando entrar o Portal Cnis... O Cnis vai dar saudade...

    ResponderExcluir
  5. Eu: o senhor trouxe cópia dos documentos?
    Cidadão usuário paciente: ninguém me disse que precisava
    Eu: mas o senhor trouxe cópia?
    Cidadão usuário paciente: porque isso aqui é uma bagunça e eu fiquei duas horas esperando...
    Eu: eu preciso que o senhor me responda apenas sim ou não
    Cidadão usuário paciente: porque o 135...
    Eu: Um minuto por favor que vou copiar seus documentos e já retorno
    Cidadão usuário após seu retorno com as cópias: eu trouxe cópia, mas você não me pediu.

    Por que segurado é assim?? Por que? Por que? Por que?
    Capturando e tratando muito amor no coração...
    Capturando e tratando muito amor no coração...
    Capturando e tratando muito amor no coração...
    Capturando e tratando muito amor no coração...
    Socket Error

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!
      Por que segurado é assim?? Por que? Por que? Por que?

      Esta é A pergunta! Pq agem assim?

      Excluir
  6. Dona Conceição voltou do coma inspiradíssima (2)

    Para a nossa alegriiiiiiiiiia !

    ResponderExcluir
  7. O INSS deveria desenvolver seus próprios sistemas para entender a complexidade de tratar grandes volumes de informação, a exemplo do CNIS. Gostaria de saber como seria...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apoiado!
      Contratar 5 rezadeiras, um exorcista, um pai de santo e um pastor, talvez resolvam o problema dos sistemas. Todos gritando: VAI CNIS! VAI CNIS! VAI CNIS! VAI CNIS! SAI CAPTURA E TRATAMENTO DE DADOS, DESSA HABILITAÇÃO QUE NÂO TE PERTENCE!
      Se não resolver, chama o Tiririca...
      Ele ou as rezadeiras, além de gastarem menos dinheiro público, não podem destruir algo que ja passa a maior parde do dia sem funcionar...
      Pior que está não fica!!!! hahahahahahahahahhaahha

      Excluir
    2. O INSS está desenvolvendo seus próprio sistema, chama-se: SIBE. Fazem recém 8 anos. Muitos "diaristas" engordaram suas poupancinhas, equiparam seus lares e continuam mamando em Brasília a pretexto de concluir um programa que já nasceu morto...

      Excluir
  8. Querida dona conceição, aqui quem fala é um futuro técnico do inss, vcs já viram oq estão fazendo conosco, imagino que seja para tirar o cnis de letra, será que a senhorita não teria alguma informação tipo, " meu amigo vão nomear vcs logo logo".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ninguem precisa tirar o CNIS... seja de letra ou de lance.
      Por si ele já vive fora... do ar.
      Capturando e tratando cessação dos risos...
      Capturando e tratando cessação dos risos...
      Capturando e tratando cessação dos risos...
      #prontofalei

      Excluir
    2. Sobre a nomeação, semi-INSSano (rsrsrs gostei disso), seria um prazer para a Dona Conceição da Concessão anunciar a imediata de 300 de vocês para cada gerência executiva do pais. Mas se fizesse, seria uma mentirinha bem malvada para alguém que deve estar explodindo de ansidade. Creia, sua ansiedade não é maior que a nossa de tê-los sentados nos guichês ao lado, com carinha de desesperados e pensando: COMO VIM PARAR NESSE HOSPÍCIO?
      Pequenos gafanhotos INSSANOS são divertidos... rsrsrsr

      Excluir
    3. Pessoa,

      Pelas ultimas noticias, só seremos nomeados apos a presidenta sancionar a lei da (in)previdencia complementar p/ os servidores da Uniao. Ela tem ate 30/04 p/ fazer isso. Entao, na melhor das hipoteses, ate meados de maio seremos nomeados e a posse será em junho.

      Nao fike tao ansioso p/ sofrer. Mazoquismo nao é legal kkkkkkkkkk!

      Excluir
  9. Complementando...
    O INSS deveria desenvolver seus próprios sistemas para entender a complexidade de tratar grandes volumes de informação, a exemplo do CNIS e SUB.

    Gostaria de saber como seria... Teriam que fazer novos concursos para atrair pessoas com conhecimento em ferramentas de desenvolvimento de sistemas e ainda com grande conhecimento em legislação previdenciária.

    A empresa publica que processa a maciça, pagamento dos milhões de segurados e dependentes da Previdência Social,deveria ter sua importância reconhecida aqui nesse espaço, pois é a empresa responsável por rodar a maior folha de pagamento da américa latina e que nunca houve um atraso sequer nesse processamento.

    Além disso, é uma empresa que foi sucateada por muito tempo, sem os devidos investimentos em recursos materiais e humanos(não é em qq máquina servidora de dados que roda uma aplicação como o CNIS)e que somente agora tem sido melhor estruturada.

    Não se trata de defesa, é a mais pura expressão da verdade. Esse espaço é divertido sim, é irônico, a autora tem uma habilidade enorme com as palavras e retrata com muito bom humor a rotina das APS's,mas como a liberdade de expressão deve vigorar no Estado Democrático de Direito, temos que permitir que as diversas idéias sejam compartilhadas.

    A Previdência ainda tem muito que crescer e desenvolver, mas não será dessa forma que estaremos contribuindo, somente apontando as falhas. Talvez fosse necessário criar um blog para a discussão de como fazer para melhorar o dia a dia nas agências.

    Pronto, falei!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melhorar o dia a dia nas agências, depende inicialmente de sistemas confiáveis que tornem possível avaliar com precisão o tempo necessário para atender à demanda.
      É bem simples entender isso se você fica com o bumbum sentado na agência todos os dias e não em uma salinha com ar condicionado e computador olhando números, enquanto uma multidão desesperada, faminta e furiosa grita com você. No mundo real, lidamos com pessoas de carne, sangue, emoção e osso, e não importa se é difícil ou não cuidar dessa base de dados, quando o resultado final não é bom para quem realmente precisa. É lastimável, penoso, trabalhoso e não desejo a qualquer familiar meu, nem o melhor que eu poderia fazer. Porque ainda assim seria insuficiente para garantir um atendimento rápido, preciso, adequado e confortável.
      Infelizmente, a burocracia para contratar, licitar, orçar, planejar e administrar não vai ser resolvida com um blog para discutir soluções, quando estas ainda dependem de política.
      Enquanto não houver interesse, obviamente desvinculado de auto-favorecimento, seja financeiro ou político, permaneceremos tratando os problemas com bom humor, pelo bem de nossa saude mental.
      Sua opinião realmente é valida, tanto quanto às contrárias a seu entendimento e nisso a titia aqui se inclui...
      Essa grande empresa que paga, processa a maior folha de pagamento da américa latina, com indisponibilidade ou lentidão frequente dos sitemas também faz com que um requerente de benefício por incapacidade, permaneça doente, muito além do tempo previsto em uma agência.
      Já vi colega pagar do próprio bolso passagem de segurado que teve que voltar pra casa porque não tinha dinheiro e o sistema estava indisponível o dia inteiro, impedindo a resolução do problema. Será que nessa hora importa o processamento da maior folha de pagamento da américa latina?
      Esse Blog é sim um canal para brincar com as dificuldades diárias e ainda que indiretamente, serve para que as pessoas percebam que os representantes daquilo que geralmente parece uma bagunça, que permanecem sentados na ponta do atendimento do outro lado da cadeira, "aparentemente" debochando de quem precisa, REALMENTE SE PREOCUPAM, AINDA QUE NAO POSSAM FAZER NADA ALEM DO SEU MELHOR.
      Resumindo, pode ser a maior, a melhor, a premiada, mas ainda não está bom...
      #prontofaleimesmo

      Capturando e tratando..................
      Capturando e tratando chá..............
      Capturando e tratando chá mais f.......
      Capturando e tratando chá mais forte...
      Boa semana feliz para todos os coleguinhas, com céu azul, sisref, cnis, sabi e prisma no ar. :)

      Excluir
    2. Sim, os sistemas precisam ser confiáveis e são. A lentidão ou instabilidade as vezes acontecem devido ao grande número de acessos feitos de forma simultânea, o que provoca o enfileiramento nas requisições. Mas não é só de sistemas que se constrói o dia a dia nas APS, pois no passado, não havia sistemas, tudo funcionava via formulário (CCE, CME, etc.) e pense também que pode faltar energia elétrica na APS, o circuito de dados pode ter algum problema e aí, entra a capacidade do INSS em desenvolver outras alternativas de contingência.

      O INSS também colabora no desenvolvimento dos sistemas pois é o definidor e também homologador das soluções, ou seja, um sistema ou uma versão só são disponibilizadas para produção, se a Direção Geral do INSS autorizar.

      Sim, a Dataprev, como fiel depositária dos sistemas e bancos de dados da Previdência Social, é responsável pelo processamento da Maciça. Essa folha é executada mensalmente e gera em torno de 29,1 milhões de créditos (dados de fevereiro de 2012) que contribuem, para muitos municípios brasileiros, como a base da economia. São alguns bilhões de registros, o que caracteriza a grande capacidade da Dataprev em processar volumes enormes de dados.

      A questão de o sistema ficar lento ou indisponível não prejudica completamente o segurado, pois o INSS, pode reagendar o atendimento, bem como, se o requerente efetivamente fizer jus ao benefício, existe a instrução institucional de garantir a DER nesses casos, sendo assim, o segurado irá receber todo o atrasado e a competência atual após o processamento mensal.

      Curioso que a autora do blog que a todo momento "detona" o segurado e inclusive o classifica , num determinado post em 3 categorias: quanto ao grau de tolerância à realidade,quanto ao nível de impostura e quanto ao grau de urbanidade, agora expressa preocupação se ele ficar doente além do tempo previsto ou se ele terá recursos finaceiros para custear sua passagem. Não é ela que diz que o segurado vai a APS mesmo sem necessidade? Que deveria criar a creche do "Tio Herodes" para deixar as crianças? Não sabe que se as crianças estão presentes, é porque na maioria das vezes, os pais não tem onde deixá-las?

      Capturando e tratando mais respeito....
      Capturando e tratando mais compreensão....
      Capturando e tratando mais empatia...

      Excluir
    3. Um esclarecimento bombástico: A Dona Conceição não é o Manual do INSSano, somos duas pessoas distintas embora em estado avançado de simbiose.....

      huauhauauhauhauhaua

      Excluir
    4. Sr, Anônimo da Dataprev, é necessário esclarecer alguns pormenores:
      Primeiro: Semana passada, quando o prisma estava novamente fora do ar, atendi uma senhora que quase me bateu por já ter feito dois agendamentos inutilmente. Ficou revoltada e com razão. Eu levei bronca sem razão pois a culpa do sistema não funcionar não é minha.
      Segundo: Os servidores do INSS tem um prazo para a concessão dos benefícios senão correm o risco de não cumprir as metas e verem sua gratificação diminuir.
      Terceiro: Esses prazos restritos servem não apenas para agilizar a vida do segurado como também para que o INSS não tenha prejuizo financeiro uma vez que tem que pagar o beneficio desde a DER.
      Caro colega, analise bem o que digo e veja se não temos motivos para reclamar dos serviços prestados pela Dataprev.

      Capturando e tratando mais respeito....
      Capturando e tratando mais compreensão....
      Capturando e tratando mais empatia...

      Excluir
    5. Bla bla bla, eu não sou a autora do BLOG.
      Bla bla bla, eu realmente me preocupo com a clientela e faço o melhor que posso por ela e apenas por ela.
      Bla bla bla, o CNIS é lindo, o PRISMA é lindo, o SABI é lindo, mas eles não funcionam quando precisamos.
      Bla bla bla, a Dataprev é isso, aquilo e mais um pouco, mas os sistemas ainda não estão bons para quem precisa usar.
      Bla bla bla, quem é reagendado "acidentalmente", "infelizmente" e "reiteradamente" tá pouco se lixando para a maciça, para o grande volume de dados, para o tamanho da folha de pagamento...
      Bla bla bla, sistema lento e indidsponível atrapalha o segurado, a instituição, os cofres públicos e os servidores, nesta ordem.
      Bla bla bla, existe diferença entre satira e detonação.
      Bla bla bla, a menos que eu possua um grave problema de bipolaridade, desconheço minha autoria do Manual do INSSano.
      Bla bla bla, a titia Conceição da Concessão não tem nada contra a DATAPREV ou seus EMPREGADOS públicos. O espaço é para brincar com as dificuldades do dia a dia. Se você tem problemas para fazer uma auto-avaliação do que precisa melhorar em sua empresa ou para dar boas risadas com sátira ou exageros que cometemos ao potencializar os problemas da DATAPREV e do INSS, é melhor que perca seu tempo com outra coisa. A tendência é que você fique tão irritado quanto nós SERVIDORES interessados em trabalhar, ficamos quando não podemos, devido à lentidão ou inoperância supracitada.
      Capturando e tratando...
      Capturando e tratando...
      Capturando e tratando...
      ♫ Vamos dar as mãos... vamos dar as mãos...♪♪♪

      AH!! Eu não sou o Manual do INSSano! Tenha respeito com uma senhora de idade, menino!

      Excluir
    6. Kkkkkk! Nao tem jeito Dona Con e seu DATAPREV. Cada historia tem varios lados e cada um, tem um ponto de vista diferente e ninguem sabe qm esta realmente certo. Mas, em geral, qm está na ponta do iceberg (os INSSanos)percebem melhor os defeitos do sistema, alem de haver muito mais pressao, ja q lidam diretamente c/ o publico rebelde=(

      Excluir
  10. Sou uma futura técnica do inss e antes mesmo de fazer esse concurso já lia esse blog. É muito informativo e engraçado ao mesmo tempo, já fico me imaginado passando por todas essas situações, o bom é que estando informada já vou me preparando para seguir os conselhos da Dona Conceição, kkkkk. Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa Sorte... Vai precisar!

      Excluir
    2. Querida, não são conselhos...
      São relatos de soluções desesperadas e divertidas para problemas aparentemente sem solução e invisíveis para as pessoas que definem as metas e cronometra o tempo para os atendimentos.
      Digamos que é o se vira nos 30. A titia aqui é técnica do seguro social e cartomante, pois tenho que adivinhar o que eles querem o tempo todo.
      Você pode ficar louca, gritar, desesperar-se, procrastinar (não admito isso) ou procurar uma solução saudável para seu bem estar psicológico, atendendo àquilo que determinam a você.
      ;)

      Excluir
  11. Kkkkk acomtece exatamente assim,segurado so muda de endereco mesmo rsrs,como eu amo ter que clicar no monitor 20 vezes e ainda ter que gritar nome do cidadao mais cinco aiai

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aLERta! aLERta! aLERta! aLERta! a LER ta chegando! rsrs

      Excluir
  12. olás!!

    esta semana a APS ficou 2 dias, dooooooooooooooois dias sem Prisma e sem Sabi !!

    além disso, o Sisref funcionou apenas uma vez....

    adotei algumas técnicas particulares:

    a) chamo a senha e aguardo; chamo novamente e aguardo; de novo e espero... dou uma olhada, ngm se mexe, clico em 'não compareceu' e passo para outra; afinal de contas,a fila anda !!!!! huahuauahuahua

    e se a pessoa aparece com a cara de atordoada, q a senha era dela e blá, b´lá, blá, encaminho para a triagem a fim de reativar a senha



    b) a pessoa começa a contar as mazelas: dói as custias, dói o estômbago, dói,´dói, dói.... quer mostrar a sonante (ressonância magnética) e as chapas (raio-X)

    já disparo: aqui comigo é apenas a parte documental e a entrevista

    p/ o médico a senhora vai mostrar o atestado médico e exame originais, bem como contar o q dói, onde aperta e o q a senhora toma de medicamento

    é incrível como as pessoas são retardadas: xerocam os exames !!! onde é q está escrito q isso é necessário? já são pobres e miseráveis e ainda gastam o pouco q têm com cópias inúteis - ou então fotocopiam notas de produção com a data cortada !!!!!!! ou a nota original está tão apagada q no xeróx aparece apenas a tabela e nenhuma informação !! e neeeeeeem observam isso !!!!!


    c)chamo a senha e nda, chamo e então a pessoa levanta correndo e pulando d um lado a outro

    eu aceno e qnd a pessoa está próxima, eu digo para ela olhar o monitor: a senhora olhe o monitor, a televisão q está ali acima: é a sua senha q aparece? a segurada responde: é ..... retorno a perguntar: e qual é a mesa? segurada responde: mesa tal.... então eu aponto para o nº da minha mesa e digo: então é aqui
    a senhora se aproxima e eu disparo: aqui é igual banco, é o mesmo procedimento



    d)apesar de td eu estou lá, inserindo dados no sistema e a pessoa continua a reclamar; então eu começo a falar o q eu estou escrevendo, como se não estivesse ouvindo o q o reclamão declama - na verdade nem ouço mais mesmo, pq senão sou eu q fico doente



    e) a APS fecha às 14h, seeeeeeempre fechou Às 14 h

    mas qnd são 16h 30 min, algum 'espertalhão' esmurra a porta de vidro, quer entrar e ser atendido pq veio lá da pqp.....

    isso q há avisos sobre o horário de atendimento fixados na porta ..........


    as pessoas têm preguiças de ler, de pensar

    por isso q muitas continuam a requerer auxilio-doença para não trabalhar, apesar de possuírem condição para tanto

    o b31 é negado no INSS, ajuizam ação na justiça federal - e enchem a boca para falar q 'tá na mão do adEvogado' - o pedido é julgado improcedente - e novamente ingressam administrativamente

    esquecem-se que 'a preguiça é a mãe do fracasso'

    por isso eles continuam na mesmice..... colocam a culpa no governo, no sol q nasce tds os dias, no servidor da APS


    já fui de gritar a senha e o nome do segurado, mas parei pq o adicional de insalubridade q recebo não paga a conta da farmácia por desgaste vocal: R$ 54,55.

    adotei o pensamento de uma ex-servidora do INSS, q hj é concursada em outro órgão federal e a remuneração é o dobro da minha: vc não pode mostrar os dentes e tem q ser um robozinho: cumpriu todos os requisitos legais para aposentadoria, leva; cumpriu parcialmente ou nenhum, perdeu playboy


    ótima semana de trabalho para nós, sofredores, digo, servidores públicos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que preciso fazer mais chá... A situação é crítica!! rsrsrs
      Não creio que seja adequado culpar a população pela formação educacional precária que possui. A culpa não é do senhor idoso que nunca teve tempo de estudar e sempre trabalhou na construção civil...
      Triste é a instituição tratá-los como números.
      O pedreiro que se aposenta por idade e não sabe escrever = 30 minutos
      A pensionista abalada que perdeu o arrimo de família e aguardou 2 meses pelo agendamento = 45 minutos
      A empregada doméstica gravidinha = 45 minutos
      As 239 carteiras de trabalho esmilinguidas com os PPPs = 60 minutos
      1796 carnês com cheirinho de mofo = 60 minutos
      Você e eu??? Somos 2 pontos de atendimento em uma cadeira troncha, usando sistemas que precisam ser acessados 500 vezes apenas para confirmar se a mensagem subliminar que o cliente te passou é de um autonomo, empregado ou desempregado. Isso quando eles estão acessíveis... Some a isso uma multidão reclamando de mau atendimento, demora na analise de processos, de um "funcionario" que disse que conseguia rápido se pagasse a ele... Não culpe a clientela pois a culpa não é dela. Se o INSS deseja mudar essa imagem precisa estar realmente preocupado com ela e não manter discursos bonitinhos para a mídia.

      Enquanto isso não acontecer, beba o chá Anônimo da Titia! Sempre digo que a melhor receita para a Burrocracia é o cumprimento metódico de cada uma de suas regras...

      Sorria e faça apenas o que deve fazer. Se todos seguirem essa regrinha, será suficiente para perceberem que algo precisa mudar e não somos nós...

      Excluir
    2. Dona Con,

      Achei riquissima a sua humanidade pelo publico, aind a q insuportavel e repetidissimo!

      É triste ter q seguir apenas regras, ainda mais qnd sao ruins e injustas.

      Mais triste q a populaçao nao percebe q somos meros funcionarios, como eles em seus trabalhos. =(

      Acho q por isso o anonimo acima age assim. O publico nao liga p/ mim pq vou ligar p/ eles?

      Excluir
    3. é difícil mesmo trabalhar na ponta do atendimento: nós servidores somos os primeiros q apanhamos: so segurado, do cnis, da gerência executiva, da procuradoria.....

      acho q a pessoa q escreveu o tópico está esgotada de forma total

      claro q o ser é humano, tem seus defeitos, deve ter alguma qualidade.... pode até não ter tido acesso a estudo, mas entende o q é perguntado, pois não é surdo e nem retardado

      não raras vezes as pessoas se fazem de desentendidas para q o servidor fique condoído e pare de perguntar, pois senão irá descobrir que ele é mesmo pedreiro e não planta há décadas, apesar de manter o sitio de 10 alqueires com piscina para fds e plantação de pinus p/ venda em empresas de celulose (leia-se: fábricas de papel)

      desta forma, nem tanto ao mar, nem tanto ao céu

      pés no chão: façamos nosso trabalho sem deixar de lado a ironia, porque se somos trabalhadores como os segurados, merecemos respeito tb, e muito

      Excluir
    4. Boa análise da situação!
      Na briga entre o rochedo e o mar, nós servidores somos os mariscos.

      Excluir
  13. Instrução com ironia... prato indigesto este.

    Leituras irônicas com respostas certinhas.

    Acho que tô sofrendo de alguma molésta, dotô!

    Existe remédio melhor que o humor? Só genérico: a ironia.

    ResponderExcluir
  14. bom dia inssano a aps que prestei o concurso tem horario estendido 10 servidores,e tinha duas vagas no concurso sou o quinto habilitado voce acha que tenho alguma chance de ser chamado desde agradecido,e blog e muito legal

    ResponderExcluir
  15. O INSS precisa de milhares de servidores a mais para poder oferecer um atendimento de qualidade aos segurados. Vamos torcer para que isso fique evidente para aqueles que determinam as nomeações. Quanto a nós, servidores e os aspirantes a servidores, só nos cabe torcer para que muitos mais sejam chamados.

    ResponderExcluir
  16. infelizmente o sistema público do Brasil, em geral, Previdenca, hospitais, etc...é péssimo. Embora os servidores queiram trabalhar, muitas vezes não há condições. Dependo do site do CNIS e DATAPREV, mas frequentemente apresentam problemas....O nosso país não resolve nem um problema dum site, e tem gente que acha que a copa vai ser 10! 10astre!

    ResponderExcluir
  17. Gostei das reflexões, principalmente da Dona Conceição. Abraço a todos e parabéns pelo Blog.

    ResponderExcluir
  18. Muito criativo esse blog. Posso até imaginar quem o criou (colega)...
    Bom se esse blog fosse de conhecimento do INSS e da DATAPREV. Você iria parar no programa do Jô ! Sinceramente...

    ResponderExcluir
  19. INSSano e Dona Conceiçao,

    nao sei se este post é o melhor lugar p/ perguntar isso, mas lá no edital do concurso diz:

    A remuneração bruta inicial prevista corresponde ao valor do vencimento básico de R$ 532,65 (q vergonha!), acrescida da Gratificação de Atividade Executiva – GAE, no valor de R$ 852,24 (o q é isso?), e também da Gratificação de Desempenho da Atividade do Seguro Social – GDASS, que poderá alcançar
    até R$ 2.808,00 (pq poderá? o q temos de fazer? pq este é o maior de tds?), além do auxílio alimentação no valor R$ 304,00 (merreca! mas melhor do q nada), totalizando R$4.496,89 (qnd? como podemos receber este valor?).

    Plor essas infos, me parece q o salario fica abaixo desses 4 mil e pouco divulgados.

    Por favor, uma luz!

    Obrigada

    ResponderExcluir
  20. é por aí mesmo...
    a GAE é fixa mas a GDASS é dividida em duas: 80% é referente a avaliação institucional, ligada as metas a serem cumpridas (concessão dos beneficios dentro do prazo de 45 dias). Os outros 20% referem-se à avaliação individual. Essas avaliações são feita a cada seis meses. Se não cumprirmos as metas ou não formos bem avaliados pelo gerente, a gratificação cai...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como eu sou a versão azeda, conto logo para os semi-INSSanos que é exatamente por conta dessa maldita GDASS que tanto reclamamos.
      Imaginem a lógica luciferina da GDASS:
      a premissa é a conclusão de processos em 45 dias + diminuição do tempo de espera + aumento da resolutividade na analise de processos...
      Entretanto surge uma continha nada interessante no meio. Aumenta-se a quantidade de vagas de agendamento e consequentemente o número de processos que entram no acervo, apenas para diminuir o tempo de espera no agendamento que também conta na GDASS. Mais processos para concluir deveria supor um aumento do número de servidores, mas vocês, pequenos gafanhotos semi-INSSanos são poucos e nem sequer foram nomeados empossados. A quantidade de processos e de cobranças aumentam em escala aritmética, a resolutividade diminui em escala geométrica, assim como o número de servidores, por conta das licenças médicas, aposentadorias e alforrias (leia-se aprovação em outro concurso). Junte a tudo isso o CNIS que funciona... para aumentar a pressão arterial e o nível de estresse de qualquer um (para subsidiar analise e conclusão de processo é que não pode ser). Resumindo, com sistemas fora do ar ou com lentidão, cada servidor perde aproximadamente um hora por dia. Somando cada hora e multiplicando pela quantidade de atendimentos, advinha quantos processos se acumulam no fim do mês? Quer GDASS?? Vende a alma pro K-p-tah!
      Capturando e tratando agua com açúcar...
      Eu amo a GDASS, o aumento das metas e os sistemas funcionais da DATAPREV.

      Excluir
    2. Kkkkkkkkkkkkkk! Dona Conceiçao é a melhor! Vende a alma p/ o kpta kkkkkkkkkkkkkkkk!

      É, acho q vou dispensar o esforço pela GDASS (q alias, em uma visao muito profana, parece GOD ASS kkkkkkkk). 1º pq nao quero vender a alma, 2º pq nao quero tnto estresse assim. =s

      Excluir
    3. Eiiiiiiiiiii! Não faça isso! rsrsr
      É uma avaliação de desempenho institucional... Se você não ganhar, sua gerência inteira também não vai ganhar.
      Essa é a pior parte da lógica luciferina, pois não depende de você ganhar a maior parte da GDASS, depende de trabalho em equipe.
      Espero que não esteja em minha gerência, fazendo isso. A titia vai por de castigo e dar palmada! Humpf!!!
      Não é um estímulo à procrastinação ou desídia. O que a Dona Conceição da Concessão diz é:
      Vai ser F@#¨%$, mas não desanime porque piora! srsrsr
      Faça a sua parte e ponto...

      Excluir
  21. Muito bom o blog...Também sou técnica e acho que falta comentar a INSSanidade de certas chefias que, conforme a conveniência para seu suposto status profissional, ora tenta enlouquecer os "súditos" com pressões absurdas e ora simplesente finge que não viu quando surge algo em benefício dos direitos do servidor, como o novo sistema para regitsro de agressões contra o servidor. Mas, pensando bem, é quase impossível falar de tais chefetes com algum bom humor...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apoiado. Comentário certíssimo. E ainda acham ruim quando reclamamos deles ou os avaliamos mal. Adorei o blog

      Excluir
  22. isso q os novos futuros sevidores nem sabem que NÃO há treinamento: é isso mesmo: senta na cadeirinha ao lado do servidor mais experiente e vai vendo como faz p/ aprender

    e em 06 meses já terão autorização p/ conceder ou indeferir

    sim, sim, sim: se fizer errado, já responde PAD -proc ad disciplinar

    então, queridos novos futuros servidores, se vcs tiverem família privilegiada ou outra fonte de renda, com certeza ÑÃO durarão na previdência.

    pronto, escrevi.

    ResponderExcluir
  23. Boa tarde.
    Então,mas não são os analistas os responsáveis pelos processos de benefícios?Para que eles servem afinal?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dona Conceição12 de maio de 2012 06:58

      Hahahahahhahahahahhahahahahahahhaah!
      Analistas responsáveis pelos processos??
      A instituição já foi orientada a definir as atividades dos técnicos e analistas faz tempo... Mas enquanto os técnicos permanecerem realizando todas as atividades (dos analistas), eles vão permanecer fingindo que não sabem de nada.
      Alguém reparou que nos últimos concursos não abriram vagas para Analistas em qualquer área de formação???
      É ridículo ter categorias distintas, com remunerações distintas realizando as mesmas atividades.

      Eu quero cháááááááááááááá!

      Excluir
  24. Você está confundindo teoria com prática...
    Na prática todo mundo faz o mesmo serviço, habilita, concede, ouve desaforo, engole sapo...

    ResponderExcluir
  25. Só rindo da nossa trágica situação para não surtar definitivamente (uma boa parte de mim já surtou faz um bom tempo). Adoro este blog, dou muitas risadas, identifico as situações e nem por isso maltrato segurado ou não tenho empatia pela situação de muitos deles.
    #adoroinssano

    ResponderExcluir